Skip to content

Erros Comuns de quem Viaja fora de Época

Partilha...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestShare on LinkedIn

Erros Comuns de quem Viaja fora de época - Dicas de Viagem

 

Hoje quero falar de erros que cometi quando viajei fora de época e que me deram dores de cabeça durante as minhas férias ou escapadinhas de fim-de-semana. Se são como eu, querem poupar uns euros e viajam fora dos dias normais, aconselho vivamente a seguir estas dicas fáceis para evitar chatices em viagem.

Dicas para a Época mais Barata para viajar

Hoje venho deixar aqui várias dicas que se basearam em algumas das melhores viagens que tive que só poderiam ter corrido melhor caso eu soubesse e umas quantas coisinhas antes. Apesar de existirem lugares para viajar no inverno que são fantásticos e únicos há cuidados que temos de ter quando reservamos férias fora da época em que é normal todo o mundo viajar.

Não consigo dizer o suficiente isto além de recomendar que viagem fora de época e poupem em viagem… pesquisem, pesquisem, pesquisem….

Listo o que correu mal:

ups… mas não era suposto estar frio?

Pois é, confiantes que a temperatura não estaria muito diferente de casa (isto é Algarve e máximo de 20 graus num Outubro fresquinho) eu e o fofinho fomos para Sevilha!!! Uhhhh bué fixe!!!! Sim só que chegamos lá e estavam quase 30 graus… Muito sol, roupa totalmente errada. Vão dizer… sim Dulcineia, verificar a temperatura parece básico, mas pode ser facilmente esquecido, ignorado. Sim e nós verificamos que estava sol, mas não olhamos com detalhe para a temperatura, escusado será dizer que tínhamos a roupa errada na mala e passamos bastante calor durante os dias. (Note-se que nesta viagem nem levamos escovas de dentes, perfumes, nada… por isso entendam, tomar atenção antes de sair de casa aos detalhes como o clima e às coisas que estão por ai penduradas e precisam de ir connosco).

 

esta frio, mas é preciso abusar?

Já me aconteceu algo também curioso e eu, que não sou moça de cremes/muitos cuidados, admito me apanhou de surpresa. Para quem é sortudo como eu e não sabe o que é uma gripe, sai de casa de cabelo molhado e não se passa nada… fiquem a saber que a pele precisa de ser protegida do frio! Pois bem há dois invernos atrás fui a Amesterdão em trabalho, levei casacos, luvas, tudo como manda, não fossem aqui estar 16 graus de mínima e lá 6 de máxima… Pois é o Inverno Europeu é mauzinho e sabem o que aconteceu, voltei os meus lábios estalaram todos, as minhas mãos ficaram muito mal… Detalhes simples como usar as luvas mais vezes, passar um creme hidratante e um batom teriam-me poupado um mês de mau estar no regresso. O que aprendi, a diferença de temperatura quando se vai para um sítio mais frio influencia muito a nossa pele e bem estar. O corpo é adaptável mas não é de borracha.

 

mas esta por**… esta toda em obras?

Pois é viajar fora de época tem que se lhe diga… Ao ir para Vila Nova de Mil Fontes este inverno chego toda contente porque vou conhecer a zona, que nunca tinha visitado antes, sabem o que o que é que o frio atrai para além da falta de turistas…. obras sem fim. Chegámos lá e surpresa não é que na época mais barata para viajar fomos parar a uma localidade em obras? Conclusão não vimos nada, ruas intransitáveis e por coincidência marcamos até um hotel fora do centro e o tempo nem ajudou a irmos dar umas voltas a pé. Estas coisas, sim, são incontroláveis e já me aconteceu inclusive ir em época alta a locais com obras. Mas por exemplo se vão a sítio e querem muito conhecer um museu, catedral, palácio considerem investigar se esta em obras. No nosso caso podemos solucionar facilmente são uns poucos quilómetros, mas imaginem que foram para outro lado do mundo… Pesquisar nas câmaras ou com amigos da zona é, sempre recomendável.

 

mas não há nada para se fazer aqui? Onde posso comer?

Pois há questões culturais que temos de aprender, nós (equipa Dulcineia + fofinho) aprendemos de forma menos positiva. Na nossa ida a Sevilha tivemos alguns entraves, por exemplo nós portugueses, esquecemo-nos que ao domingo quer seja verão, quer seja inverno em Portugal há sempre algo aberto, inclusive museus, tours e lojas. Eu o fofinho estavamos todos confiantes de ir ao IKEA no domingo e irmos as compras e fazermos um domingo muito “tuga” e sabem que mais, aquele pandemônio no supermercado no fim-do-dia, sábado, era porque as coisas não estão abertas ao domingo… Saber horários da vida diária de um destino é muito útil antes de uma viagem. Por exemplo se vierem para o Algarve no inverno não esperem muitos locais abertos. Muitos bares fecham durante meses (menos os de strip) e não é como no verão, bares de praia ao pontapé, festa da espuma todos os domingos ou sunsets em todas as praias (sendo que as coisas vão mudando felizmente).

Vejam questões culturais como horários para jantares/almoços por exemplo na Holanda o normal é comer-se uma sandes ao almoço, em Espanha os restaurantes abrem às 20h, sendo que o normal será jantar para lá das 21 horas. Já visitei locais em Espanha que as lojas fechavam à tarde e abriam das 18h às 00h00. Investiguem para organizarem o vosso dia e aproveitarem as férias porque de que serve ir a um sítio e não aproveitar?

Dicas Resumo para quem não quer asneirar em viagens fora de época

Dicas Resumo para a época mais barata para viajar:

  1. Verificar temperatura e se existir uma diferença de mais de 10 graus tomar precauções com cremes/protetores solares e roupa/acessórios adequados. Idealmente verificar a temperatura dois dias antes;
  2. Verificar coisas que podem trazer problemas como: greves, obras ou alterações nos transportes/circulação nas ruas, evitar a viagem nessas alturas ou traçar um plano alternativo para o dia;
  3. Verificar costumes locais e horários para evitar planos furados ou surpresa quanto a hábitos locais, ir mentalizada é melhor.

 

O que acham destas dicas e o que recomendariam vocês? Já vos aconteceu algo parecido?

 

Partilha...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestShare on LinkedIn

Be First to Comment

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *